FARROUPILHA
31° MÁX 21° MÍN
 |  Geral  |  Geral

“Os empreiteiros continuam mandando no estado do Rio Grande do Sul”, afirma presidente da Assurcon

Em visita a Spaço FM, David Vicenzo fez críticas ao governo em relação as rodovias

 | Créditos: Câmara de Vereadores de Farroupilha
Clique no canto direito-topo para ampliar.
O presidente da Associação dos Usuários de Rodovias do Rio Grande do Sul (Assurcon), David Vicenzo, denunciou que o governo do RS estará encaminhado para assembleia um projeto para criar novas praças de pedágios no estado. Conforme o presidente, esse projeto será bom para quem controlará as concessionárias de pedágio, mas não para a população. Ele destaca que os contratos serão de 30 anos com possível prorrogação para mais 30. Em longa entrevista, o presidente também comentou sobre o recapeamento que está ocorrendo em diversas rodovias da região e do estado. Vicenzo ressaltou que o dinheiro que veio através de empréstimo do Banco Mundial para manuteção de rodovias chegou ao estado ainda no governo Tarso, que deveria ser utilizado por Sartori no primeiro ano de mandato. Ele declarou que o Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplanagem em geral (Sicepot) tem controle sobre o governo. “Os empreiteiros continuam mandando no estado do Rio Grande do Sul”, afirmou. Como saída para as rodovias, Vicenzo destaca o retorno dos conselhos dentro da EGR e um controle maior através de um portal da transparência. O presidente ainda explicou que existe uma ideia de instalar uma praça de pedágio em São Vendelino, na ERS-122, e uma praça de controle também com cobranças em Farroupilha, próximo a Nova Milano.

Ouça a entrevista com o presidente: