FARROUPILHA
31° MÁX 21° MÍN
 |  Política  |  Política

“No momento em que o governo Sartori e um grupo de farroupilhenses deram entrada no Piratini os repasses ao São Carlos diminuíram 88%”

Presidente do PT de Farroupilha rebateu crítcias do ex-prefeito Wilson Cignachi de que o município não prioriza a saúde

Presidente do PT em Farroupilha: Flávio Lopes | Créditos: Luís Carlos Muller
Clique no canto direito-topo para ampliar.

O presidente do PT em Farroupilha, Flávio Lopes, fez críticas ao ex-prefeito Wilson Cignachi, dizendo que o PMDB está utilizando a estratégia de colocar a culpa nos outros, esquecendo que fez parte em várias administrações do governo federal e que atualmente comanda o Brasil e o estado do Rio Grande do Sul com administrações que não conseguem nem pagar os funcionários públicos. Ele afirmou ainda que o prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves sempre priorizou a saúde e que em apenas um mandato criou seis novos postos de saúde e uma UPA, que infelizmente não abriu por culpa dos governos do PMDB. Além disso, Lopes fez críticas ao governador Sartori, que esqueceu Farroupilha, e políticos do municipio que estão no Palácio Piratini e diminuíram em 88% os valores dos recursos destinados ao Hospital São Carlos.
O ex-prefeito Wilson Cignachi, assim que ouviu a entrevista veiculada durante o Panorama desta segunda-feira, 8, entrou ao vivo direto de Florianópolis e declarou que no dia que construir a história que ele e outros prefeitos construíram, Flávio Lopes terá autoridade para discutir com quem trabalhou por seis anos na administração e saiu com apoio de 97% da população. Ele também salientou que o presidente do PT está fugindo da responsabilidade que o prefeito tem para governar o município e tem de reconhecer publicamente que o problema mais grave de Farroupilha é na saúde.

Confira abaixo na galeria de áudios: