FARROUPILHA
25° MÁX 14° MÍN
 |  Eventos  |  Sociedade

Realizada audiência pública para tratar sobre a violência contra a mulher

Encontro ocorreu na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira

 | Créditos: Gabriel Venzon
Clique no canto direito-topo para ampliar.

Durante a manhã desta quarta-feira, 6, a Câmara de Vereadores sediou a audiência pública sobre a violência contra a mulher, apresentando ao público diferentes formas de agressões e as ações necessárias para coibir esses crimes. O encontro foi uma realização conjunta do Poder Legislativo, OAB subseção Farroupilha, Coordenadoria da Mulher e Comdim. Entidades com atuação direta, como as polícias militar e civil, promotoria e Creas, apresentaram a realidade do município. O ciclo da violência, ou seja, a reincidência de agressores, oportunizada pelo perdão da vítima, deve ser um dos fatores a serem combatidos, conforme explicou a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Silvia Trevisan. Atualmente em Farroupilha não há um espaço destinado para registro deste tipo de violência, podendo ocasionar um constrangimento na vítima. A cidade registra um caso por dia, conforme o Comdim. Segundo o delegado Rodrigo Morale, com a transferência da delegacia para o antigo Fórum, poderá haver um espaço destinado para esse tipo de atendimento. Ao término da audiência foi lida a carta de intenções assinada pelos poderes executivo, legislativo e judiciário, OAB subseção Farroupilha, deputado estadual Álvaro Boessio, 36º Batalhão de Polícia Militar e Comdim, na qual estabelece a necessidade de uma delegacia da mulher e um espaço reservado à vítimas para registros com policiais treinados para este tipo de ocorrência.