FARROUPILHA
25° MÁX 14° MÍN
 |  Saúde  |  Hospital São Carlos

Sindisaúde realiza assembleia e funcionários do Hospital São Carlos podem entrar em greve

O encontro será na noite desta segunda-feira, 4

 | Créditos: Arquivo Spaço FM
Clique no canto direito-topo para ampliar.
A direção do Hospital São Carlos atrasou o pagamento do vale alimentação dos funcionários por seis dias e até o momento não pagou a primeira parcela do 13º salário. Conforme o presidente do Sindisaúde de Caxias do Sul, Danilo Teixeira, durante o programa Panorama, na noite desta segunda-feira, 4, haverá uma assembleia no Colégio Estadual Farroupilha para definir algumas situações e se cabe iniciar uma greve nos próximos dias. “Todo o final de ano infelizmente acontece a mesma situação. Os trabalhadores trabalham o ano inteiro, dão o melhor de si e na hora de ter a contra partida, que é o salário em dia, o 13º, os seus diretos, os seus benefícios o hospital acaba falhando. É uma situação que revolta muito o pessoal,  existe uma revolta muito grande, e a categoria poderá deliberar pela paralização caso não seja regularizada a situação desses pagamentos”, alertou.

HOSPITAL SÃO CARLOS

A superintendente geral do Hospital São Carlos, Janete Toigo, informou que não iria se manifestar sobre o assunto, mas no final do programa Panorama desta segunda-feira, 4, ela participou ao vivo e esclareceu algumas situações. Primeiro ela salientou que o atraso de seis dias no pagamento do vale alimentação foi um problema burocrático bancário. Em relação ao atraso da primeira parcela do 13º, ela afirmou que precisa que o estado repasse o valor de R$ 700 mil, que seria destinado para a UPA. “Para o 13º eu estou dependendo deste dinheiro do estado, da UPA, enfim”, destacou. Ela ainda destacou que se o governo repassar o valor para a prefeitura, o salário será pago na íntegra.
Ela também respondeu a afirmação do presidente do sindicato, que opinou que a administração do hospital não é transparente. “Eu não concordo com essa critica. Sempre se comunica as chefias, as pessoas, as supervisões que estão diretamente ligadas com todos”, finalizou Janete.

Ouça as entrevistas: