FARROUPILHA
25° MÁX 11° MÍN
 |  Educação  |  Educação

"Temos que nos preparar não para partir, mas para melhorar nosso jeito de ficar", destaca Mario Sérgio Cortella

Filósofo e educador comenta que é preciso viver em paz para poder morrer em paz

 | Créditos: Arquivo Spaço FM
Clique no canto direito-topo para ampliar.
O filósofo, escritor e educador Mario Sérgio Cortella acredita que dos zero aos 25 anos as pessoas estão se montando, dos 25 aos 50 trabalham em alta intensidade, dos 50 aos 75 se preparam para o desembarque. Nesse sentido, ele acredita que para morrer em paz, é preciso que a gente viva em paz. Mas, isso não quer dizer uma vida sem problemas, e sim, que não levemos uma vida fútil ou banal. Cortella também destaca a necessidade de manter a vitalidade e não ser desistente e largado da vida na velhice. "Temos que nos preparar não para partir, mas para melhorar nosso jeito de ficar", finaliza.

Confira no áudio abaixo: