FARROUPILHA
25° MÁX 15° MÍN
 |  Saúde  |  Saúde

“O estado deixa de cumprir o seu papel e ainda faz os representantes do município de palhaços” afirma Fabiano Piccoli

Reunião com a Secretaria da Saúde do estado ocorreu nesta terça-feira, mas não trouxe boas notícias para o município

 | Créditos: Arquivo Spaço FM
Clique no canto direito-topo para ampliar.
Após a realização de uma reunião na última semana com representantes de Farroupilha e o secretário adjunto de Saúde do estado Francisco Paz, na qual foram tratadas várias questões relacionas a área da saúde do município, uma nova conversa com o secretário João Gabbardo ocorreu nesta terça-feira, 10, em Porto Alegre. Entretanto, segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Piccoli, ao contrário da quarta-feira passada em que houve boas notícias para a cidade, nesta semana o resultado foi negativo. “Hoje infelizmente não podemos dar boas notícias pra comunidade em função da irresponsabilidade desse governo, da irresponsabilidade desse secretário de Saúde. O município está cumprindo com seu contrato, agora o governo do estado deixa de cumprir o seu papel e ainda faz os representantes do município de palhaços”, comentou.
Conforme Piccoli, o governo do estado deve R$ 673 mil para Farroupilha de convênios que estão pendentes. O secretário João Gabbardo ofereceu o pagamento desta conta com os R$ 700 mil que a administração recebeu para a UPA, valor que estava sendo avaliado ser repassado ao hospital. “Saímos semana passada com a esperança de receber R$ 1,3 milhão e hoje ele teve a displicência de querer pagar uma conta do estado com um recurso que já está no município. Deve haver sim alguma coisa contra o município de Farroupilha. É inadmissível numa semana representantes do governo falarem um coisa e na semana seguinte falarem completamente outra, o mesmo governo, a mesma secretaria. Quem sangra é o Hospital São Carlos”, pontua.

Confira a entrevista no áudio abaixo: