FARROUPILHA
25° MÁX 14° MÍN
 |  Polícia  |  Polícia

Mulher assassinada em Nova Sardenha havia retirado acusações contra ex-companheiro

Homem de 46 anos foi preso pelo crime nesta quinta-feira, em Três Coroas

O delegado participou ao vivo do Programa Fim de Expediente de quinta-feira, 14 | Créditos: Luis Carlos Muller
Clique no canto direito-topo para ampliar.
A mulher encontrada morta em sua residência em Nova Sardenha, interior de Farroupilha, havia retirado recentemente as acusações contra o ex-companheiro, de 46 anos. Ele foi preso pelo assassinato nesta quinta-feira, 14, em Três Coroas. Rosa Eliane Ludwig Padilha, 43 anos, foi morta com cinco golpes na cabeça, o que ocasionou traumatismo craniano, e após, o homem ainda usou um cinto para estrangular a vítima. O celular dela foi encontrado próximo a um açude.
De acordo com o delegado Rodrigo Morale, desde 2000 haviam registradas várias ocorrências, a maioria delas na cidade de Igrejinha onde os dois residiam até pouco tempo. Em Farroupilha, uma ocorrência de ameaça foi registrada em fevereiro. Mas, como Rosa retirou as acusações, o processo foi arquivado junto com as medidas protetivas.
Ainda conforme o delegado, após o crime o homem confessou para o filho de 15 anos que havia matado a mãe. Ele saiu de Três Coroas às 11 horas da manhã do dia 11 com uma mochila contendo as roupas que ele usou para retornar no dia 12, por volta do meio-dia. Ele foi encaminhado para a Penitenciária Industrial de Caxias do Sul.

Confira a entrevista com o delegado Rodrigo Morale no áudio abaixo: