FARROUPILHA
24° MÁX 18° MÍN
 |  Política  |  Política

Vereadores opinam sobre aprovação de projeto que cria e extingue cargos públicos em Farroupilha

O projeto, que foi aprovado na sessão desta segunda-feira, gerou polêmica

 | Créditos: Arquivo Spaço FM
Clique no canto direito-topo para ampliar.
O Projeto de Lei 60/2017, que cria e extingue cargos, encaminhado pelo Executivo Municipal foi aprovado pela câmara na sessão desta segunda-feira, 12, após empate e voto de minerva do presidente da casa, Fabiano Piccoli (PT).
Assim, alguns vereadores opinaram sobre a aprovação. Para o vereador Kiko Paese (PP), não houve tempo necessário para discutir o projeto. Ele explica que solicitou que fosse retirado o pedido de urgência para a votação, o que não aconteceu. “Em julho de 2016 a folha de pagamento era de R$ 5.416 milhões e hoje, em julho de 2017, a folha já está em R$ 6.846 milhões, então estamos preocupados com isso”, afirma. O vereador Jonas Tomazini (PMDB) também lamentou o pouco tempo para o debate do projeto e a forma como a sessão foi conduzida.
Já Tiago Brunet (PDT) afirma que quem ganha é a comunidade, pois o projeto busca fazer com que haja economia, diminuição de valores e a busca do equilíbrio orçamentário.

Novos cargos propostos:
Auxiliar administrativo
Guarda Municipal
Secretária (o)  Escolar
Técnico Desportivo
Analista de Sistema
Auditor Fiscal
Economista
Auditor Médico
Arquiteto e Urbanista
Engenheiro
Odontótologo
Vigilante
Zelador
 
Cargos que serão extintos:
Agente de Suporte (nível 4)
Fiscal Ambiental
Fiscal de Obras
Fiscal Sanitário
Auditor Tributário