FARROUPILHA
28° MÁX 21° MÍN
 |  Política  |  Governo Sartori

Giovanni Feltes lamenta plebiscito barrado pela Assembleia: “Partidos que falam sempre em democracia não nos permitiram fazê-lo”

Presidente do legislativo gaúcho, Edgar Pretto, do PT, arquivou projeto que levava para votação popular privatização de estatais

Giovanni Feltes lamenta plebiscito barrado pela Assembleia | Créditos: Divulgação / Palácio Piratini - Karine Viana
Clique no canto direito-topo para ampliar.
O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, lamenta que o plebisicito para a privatização de companhias como CEEE e Sulgás foi barrado na Assembléia Legislativa. A proposta de levar à votação popular a venda das estatais foi arquivada pelo presidente da Casa, Edegar Pretto, do PT – partido de posição ao governo Sartori. Segundo Feltes, Pretto encontrou respaldo jurídico para que o plebiscito não fosse realizado. Agora, não há mais tempo disponível para um novo projeto, já que a votação precisaria ocorrer em novembro, não havendo mais tempo legal. O secretário lamenta o arquivamento, afirmando que o plebiscito era um caminho para a “exaltação da democracia” e que foi barrado por “partidos ditos democráticos, que falam sempre em democracia”. Confira a entrevista no áudio abaixo.